Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The diary of a teenager

A girl should be two things: classy and fabulous

21
Ago19

#2 Uma semana no Algarve

Sofia

Há uns dias atrás partilhei convosco os meus primeiros dias de férias no Algarve e hoje venho terminar esta pequena saga de posts. Posso dizer-vos que foi extremamente bom e sinto que estou com todas as minhas energias renovadas e sinto-me em paz comigo mesma e com tudo aquilo que está à minha volta. Infelizmente, antes de ir tive um pequeno desgosto no que toca a amizades e essas coisas e desde que voltei que me sinto melhor do que nunca, sinto que todo aquele descanso e o facto de ter estado tão desligada das redes sociais e afins, me ajudou a recuperar e a sentir-me muito mais feliz com tudo. Mas bem, sem mais demoras, vamos lá começar.

 

5º Dia | Passeios por Olhos D' Água e mais mergulhos

Ora, nos últimos dias a água estava ótima e apetecia ficar lá o dia todo. Portanto, depois de todas as sessões de fotos já feitas, eu e a minha irmã aproveitámos imenso para nadar um pouco e comer também as famosas bolas de Berlim. Costumávamos ficar na praia até ao 12:30, os meus pais vinham mais cedo para casa e depois nós íamos sozinhas para ir almoçar. Neste dia à tarde fomos passear por Olhos D' Água, aproveitámos para comprar algumas souvenirs para a família e assim que terminámos voltámos para a praia. Mais uma vez, eu e a minha irmã desfrutámos da praia até ao sunset e eu adorava isso porque eu sempre gostei de ver o pôr do sol na praia.

 

BeFunky Collagee.jpg

 

6º Dia & 7º Dia | Mais praia, novos amigos e viagem de regresso

Quando penso no inicio da semana lá, só me consigo recordar do quão gelada estava a água e a partir daí começou a ficar mesmo agradável que ainda deixou mais pena deixar o Algarve. Por isso, como podem ver, os últimos dias de praia foram mesmo bons e eu não os trocava por nada. Além disso, nestes últimos 2 dias tive a oportunidade incrível de fazer 2 amigos de verão, jogámos às cartas e mantivemos amizade, espero para o ano poder vê-los outra vez. Sinceramente, acho que isto é uma das melhores coisas em ir de férias, o facto de podermos criar laços com outras pessoas. Enquanto estava lá assisti a uma das amizades mais bonitas de sempre entre um miúdo português e um miúdo britânico, não é que os miúdos estavam sempre juntos? Jogavam à bola, almoçavam juntos e o inglês estava sempre com a família do português que, só para verem, foram mesmo poucas as vezes em que vi a família do britânico. Adorei assistir a isto, vocês não têm noção e achei ainda mais amoroso o facto de eles terem os seus 11/12 anos e, pelo menos, o miúdo português fazer o esforço de tentar falar inglês com o amigo. Sem dúvida a prova de que não existem fronteiras entre as pessoas, não importa o quão distantes ou até se não falam a mesma língua, é sempre possível criar uma ligação, nem que seja só para rever de verão a verão.

 

BeFunky Collageod.jpg

 

E chegamos ao final deste mini série, gostei mesmo muito de partilhar todos estes momentos convosco porque fizeram-me rever todos estes bons momentos que vivi. Desejo-vos umas férias excelentes e vejo-vos num próximo post <3

 

Todas as fotos utilizadas foram tiradas por mim

19
Ago19

#1 Uma Semana no Algarve

Sofia

Durante vários anos que o nosso destino de férias de eleição aqui em casa foi o Algarve, mais propriamente, Albufeira. Durante cerca de 4/5 anos optámos sempre pela mesma zona, ou seja, Olhos D' Água e penso que só houve 1 ano em que fomos conhecer outros ares e ficámos na Praia da Oura, também em Albufeira. E bem, durante 6 anos andámos a conhecer o Gerês de uma ponta a outra, o ano passado fomos a S.Martinho do Porto e este ano decidimos que era altura de voltar ao Algarve, ao nosso cantinho em Olhos D' Água. Tendo em conta que já tinha partilhado por aqui que estava bem no sul do nosso país, hoje venho contar-vos um bocadinho dos meus dias por lá :)

 

 1º Dia | Viagem e o primeiro dia de praia

Como sabem, eu vivo no Porto e a viagem até ao Algarve ainda é relativamente longa. Portanto, saímos de casa às 5h e fizemos uma grande parte da viagem durante a noite. Às 8h já estávamos no Santuário de Fátima onde tomámos o pequeno-almoço e assim que terminámos voltámos à estrada. Chegámos ao Algarve por volta das 11:30h porque apanhámos alguma confusão mesmo à entrada de Albufeira. Assim que chegámos a casa, deixamos as coisas e fomos fazer algumas compras para a semana e posso dizer-vos que acho que nunca tinha visto tanta confusão num hipermercado, os ingleses e franceses estavam por todo o lado. Depois de tanta espera, foi hora de almoçar e por volta das 16:30 fomos para a praia. Ora, como já referi anteriormente, costumo ficar sempre na zona de Olhos D' Água, é uma praia pequenina sobretudo quando a maré está alta mas, para mim, é uma das praias mais bonitas de Portugal. Adoro tudo nesta zona, é extremamente acolhedora e sempre me fez sentir em casa. Para além disso, adoro as pessoas que estão na praia, como é uma praia pequena, dia após dia começa-se a conhecer algumas caras e são todas bastante simpáticas.  Neste dia não aproveitámos tudo na praia, mas deu para dar o primeiro mergulho do ano nestas águas calminhas do Algarve.

 

BeFunky Collage9.jpg

 

2º Dia | Anos da Avó e mais praia

É verdade, a minha avó veio ao Algarve e ficou com mais 1 aninho em cima. Acordámos bem cedo para aproveitar o dia desde do inicio e, por volta, das 9:30 já estávamos na praia. Neste dia, a água estava gelada e penso que foi o pior dia para fazer praia porque, mesmo a nível de temperatura, não estava muito calor e não puxava mesmo nada para ir para a água. Então, eu e a minha irmã aproveitámos para praticar os nossos dotes em desporto (obviamente, somos muito talentosas), jogámos raquetes e tentámos não acertar muito nas pessoas porque, digamos, a nossa pontaria não é propriamente a melhor. Foi um dia divertido e felizmente ao final da tarde a água já estava melhor e conseguimos aproveitar o dia ao máximo, saí da praia às 19:30 e como a praia só fica a uns 3/4 minutos a pé da casa, foi mesmo muito bom ficar lá até esta hora.

 

BeFunky Collage09.jpg

 

3º Dia | Muitas fotos e ir ao centro de Albufeira a pé

De todas as vezes que fomos ao Algarve apanhámos a maré baixa de manhã e a alta à tarde este ano foi precisamente o contrário. A maré estava a encher durante a manhã e começava a descer à tarde e como a praia de Olhos D' Água não é muito grande no que toca a areal, não dava mesmo para estar a jogar. Foi então quando eu e a minha irmã fomos para as nossas típicas sessões de fotos e aproveitámos, obviamente, para ir para a água que estava bastante agradável. No final de almoço, o meu pai teve a ideia incrível de ir andar a pé e mal sabíamos nós que nos ia fazer andar mais de 8km. Fomos de Olhos D' Água até ao centro de Albufeira, não é muito longe e fez-se bem, mas quando estavámos a voltar para casa já estava a morrer de calor e com dores nos pés. Tirando as dores e o cansaço, adorei estar no centro de Albufeira e, como vocês podem ver nas fotos, todos os bares são bastante característicos e a mim lembram-me imenso dos Estados Unidos. Neste dia já fomos para a praia um bocadinho tarde e eram 16:45 mas deu na mesma para aproveitar e nadar um pouco na água que, mais uma vez, estava quentinha.

 

BeFunky Collage98.jpg

 

4º Dia | Praia Maria Luísa 

Não sei se vocês estão recordados ou não, mas em Agosto de 2009 houve uma derrocada de uma arriba na Praia de Maria Luísa que, infelizmente, matou 5 pessoas. Nesse ano eu estava no Algarve e, por coincidência, foi no dia em que fui picada por um peixe aranha. Na altura, como estávamos mesmo na praia ao lado fomos ver e a praia estava cheia de polícia, jornalistas a fazer reportagens e muitos outros meios. 10 anos depois a minha mãe quis ir lá para ver como a praia ficou depois da derrocada, na altura, tinha uma grande pedra no meio da areia devido ao desmoronamento e então fomos fazer uma pequena visita à praia. Relativamente a Olhos D' Água, sem dúvida, que é uma praia maior e com uma oferta enorme para desportos radicais na água e eu achei isso mesmo muito giro, no entanto...nada consegue bater a praia a que estou habituada. Tal como já referi, acho aquele cantinho tão acolhedor e tão bonito que não consigo render-me a outra praia lá no Algarve. Tenho tantas memórias naquela praia que se tornou num lugar nostálgico, estar lá é extremamente relaxante e é um dos grandes motivos para eu gostar tanto de Olhos D' Água.

 

BeFunky Collage09876.jpg

Praia Maria Luísa & Praia de Olhos D' Água

 

E bem, estes foram os meus primeiros 4 dias no Algarve. Amanhã vou contar-vos mais sobre os restantes, espero que tenham gostado :)

 

Todas as fotos utilizadas neste post foram tiradas por mim 

18
Ago19

#59 Frase da Semana

Sofia

Cheguei hoje mesmo ao Porto depois de uma semana incrível no Algarve. Depois de um ano letivo tão cansativo e de uns dias tristes que tive aqui pelo meio, tive finalmente tempo para relaxar, para renovar todas as energias e não me podia sentir mais feliz comigo mesma e com tudo o que está à minha volta. E agora é hora de desfazer as malas, por isso...espero que tenham uma excelente semana e, obviamente, um domingo muito feliz recheado de coisas boas <3

16
Ago19

Sugestões | Malas para a praia (abaixo dos 30€)

Sofia

9.PNG

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 

 

Toda a mulher gosta de se fazer acompanhar com metade da casa atrás e quando vamos para a praia, sem dúvida, que o mais confortável é encontrar uma boa mala. No entanto, o ideal é uma mala que seja barata, uma vez que não a vamos usar durante um grande período de tempo e só maioritariamente nas semanas de férias. Assim, deixo-vos aqui as minhas sugestões, malas de praia que além de serem amigas das vossas carteiras, são também estilosas para este verão.

 

E enquanto vocês estão a ler isto, já estou há uns bons dias no Algarve a ficar morena, a admirar os meus lindos britânicos e a aproveitar este solinhoooo bom para descansar e renovar as minhas energias. Tão bom estar de férias ehehe, um beijinho e vejo-vos num próximo post <3

 

15
Ago19

5 coisas que aprendi em Legally Blonde

Sofia

Se me perguntarem qual é o meu filme favorito de todos os tempos, muito provavelmente não vou saber responder a essa pergunta. A verdade é que não consigo escolher apenas um, sendo assim...ao longo dos anos fui colecionando alguns dos meus favoritos e que, sem dúvida, estão no meu topo de filmes. Nessa lista está, obviamente, toda a saga de Harry Potter, Legalmente Loira e o clássico da Disney, Beauty and the Beast. Daqui posso salientar "Legalmente Loira" como o meu filme motivador, ou seja, como um filme em que vejo quando estou triste e preciso de alguma inspiração. Assim, hoje, vou partilhar convosco 5 coisas que aprendi com este filme e que se tornaram bastante úteis para o meu dia-a-dia e para várias situações em que estive envolvida.

 

legallyblondelogo_black.png

1- Nunca chorar por um rapaz

Meninas, eu sei que custa ser rejeitada ou deixada por um rapaz que pensávamos que estaria lá para vocês sempre que vocês precisassem. O pior de uma desilusão amorosa ou até mesmo de amizade (é verdade, amigos conseguem partir o nosso coração também) é o facto de ficarmos a sentir de que nós somos insuficientes porque essa pessoa nos faz acreditar nisso. Está completamente errado e este filme faz-nos ver isso. O Warren nunca acreditou que a Elle fosse inteligente, sempre olhou para ela como uma rapariga fútil e que não tinha capacidades para estar em Harvard. No final, guess what? Ela mostrou-lhe precisamente o contrário e, acima de tudo, mostrou que não precisava dele nem de nenhum outro rapaz para acreditar em si mesma. E ela tem razão, não deixem que um rapaz ou seja quem for vos defina, que vos rebaixe e diga que não são capazes de fazer x ou y, desde que vocês acreditem em vocês mesmas isso é o mais importante.

5 coisas que aprendi com (1).png

2- O verdadeiro significado de "Be kind, always"

Durante todo o filme vemos a Elle a ser desvalorizada por toda a gente que está em Harvard só porque ela é loira e bastante feminina. No entanto, ela é sempre querida com todos, nunca rebaixou ninguém e nunca fez ninguém sentir-se incapaz de realizar determinada tarefa. Até com as pessoas que a tratam mal, ela é simpática e tenta mostrar que está disponível para ajudar. Isto faz-nos ver que nunca é com maldade que se resolvem os problemas, ser gentil com outras pessoas é grátis e é disto que o mundo precisa, ou seja, de mais amor e menos ódio. Além disso, as palavras têm um poder demasiado forte e, por isso, devemos usá-las para o bem e não para o mal.

 

3- Desistir nunca é opção

Tal como já referi, a Elle não entrou propriamente com o pé direito em Harvard. Por ser loira, muito feminina e a típica rapariga de Malibu, foi julgada por todos e considerada burra. Até a sua própria professora fez com que ela se sentisse assim e eu identifiquei-me particularmente com esta situação. Quando entrei no 10º ano tive alguma dificuldade a adaptar-me, sendo que nos meus primeiros testes as notas não eram excelente, exceto a inglês e filosofia. O que aconteceu foi que no inicio do 2º Período a minha professora de biologia da altura fez um comentário em relação às minhas notas finais do 1º Período que me desmotivou bastante. Basicamente, disse-me isto: "Menina Sofia, a menina tem aqui uma grande discrepância. Notas de 18, 14 a inglês e filosofia e as disciplinas específicas baixas relativamente a estas...acha que está no curso certo, num curso intimamente ligado à saúde?" Tive de me conter o resto do dia até ir para casa e chorar. Este comentário afetou-me de uma maneira que vocês não imaginam, sobretudo porque a tal discrepância nem era assim tão elevada (eu tinha 12 à disciplina dela e 13 a português, portanto...) e eu própria já me sentia insuficiente porque sabia que conseguia muito mais do que aquelas notas. Tal como a Elle, peguei neste comentário e usei-o como fonte de motivação. Transformei o negativo em algo muito mais positivo e consegui. Assim que fomos para a parte de biologia tirei 18 e tornei-me na aluna favorita dela, o que é bastante irónico, não é verdade? Isto tudo para vos dizer que se vocês realmente gostarem do que fazem, se sentirem bem onde estão, não deixem que um comentário qualquer vos deite abaixo, não deixem que a reprovação dos outros vos impeça de perseguir os vossos sonhos. Pelo contrário, usem isso a vosso favor e provem que eles estão errados. 

 

Untitled design (1).png

 

4- A inteligência não tem forma

A Elle foi altamente gozada por ter escolhido direito só porque ela era demasiado feminina e com demasiado ar de pop star. E bem, com este filme, sem dúvida, que aprendemos que a inteligência não tem forma e não é o nosso estilo que a define. Neste caso, toda a gente achou que ela seria a típica loira burra (um esteriótipo que eu, sinceramente, nem entendo como é que ainda existe) e ela mostrou ser o oposto disso. Usou a inteligência dela e ganhou um caso em tribunal no seu primeiro ano como estudante e teve de utilizar conhecimentos da área da moda e beleza. Verdadeira definição de inspiração, não acham?

 

Untitled design.png

 

5- Tudo é possível com muito trabalho

A verdade é que a Elle não conseguiu todo este mérito caído do céu. Lutou por isso desde do inicio, vemos o empenho que colocou no seu estudo para os LSAT e também vemos o quanto trabalhou para conseguir mostrar a todos de que ela era capaz. E é isto o essencial: muito esforço. As coisas não ficam prontas do nada, é preciso meter as mãos à obra e colocar também uma grande dose de amor no que fazemos. Sejamos realistas, quando fazemos algo que gostamos temos muito mais prazer em realizar essa tarefa, portanto...para conseguirem conquistar o que realmente querem lembrem-se que têm que se esforçar para obter isso, no final vão olhar para trás e admirar tudo o que conseguiram fazer e valorizá-lo ainda mais.

 

Untitled design (3).png

 

E foram estas as 5 coisas que aprendi com Legally Blonde. Para mim, a nossa Elle Woods, é uma das personagens feministas que mais me inspira para o meu dia-a-dia e que me faz perceber que ninguém tem o direito de me fazer sentir insuficiente e nunca tenho de perseguir o rapaz errado para me sentir feliz. Se ele vos faz sentir insuficientes e não acredita em vocês, acreditem em mim...não é o rapaz certo. Para terminar, lembrem-se sempre de que é importante espalhar mais amor porque, convenhamos, ser rude não é fixe and that's the tea! Espero que tenham gostado deste post e que vos tenha dado um boost na confiança <3

13
Ago19

As minhas séries favoritas

Sofia

Comecei a ver séries mesmo muito cedo, tirando as séries da Disney, penso que a primeira série (a sério) que vi foi quando andava no 4º ano. Obviamente que a pessoa que me introduziu a este mundo foi a minha irmã e estou-lhe muito agradecida, foi a partir daqui que comecei a aprender verdadeiramente inglês, ficando com um grau superior ao que era suposto e ainda bem que assim foi. Como já confessei aqui várias vezes, sou apaixonada por inglês, adoro a língua inglesa e um dia gostava de ter a experiência de viver em Londres. Mas bem, não vim aqui para falar propriamente de inglês, ao longo destes últimos anos tenho visto bastantes séries e tentei reunir as minhas favoritas para vos falar um bocadinho delas e dar-vos alguma inspiração para estas férias. 

 

BeFunky Collage.jpg

 

➳ Friends

Comecei a ver esta série há relativamente pouco tempo e tornou-se na minha favorita muito facilmente. Já vos falei dela e posso dizer-vos, mais uma vez, que tudo nesta série é incrível. As personagens foram tão bem pensadas e toda a história foi muito bem estruturada Gosto do facto de abordarem temas que, ainda hoje, estão presentes na nossa sociedade e de usarem o humor para falar destes assuntos. É a série que me consegue deixar feliz, basta apenas um episódio para mudar o meu mood e me fazer rir, caso esteja triste. Além disso, é tão giro ver como eram as coisas nos anos 90 e ver também que, já nessa altura, existia um grande contraste entre os Estados Unidos e Portugal. A escolha musical é bastante apropriada porque..they are really there for you. Acreditem em mim, basta um episódio para resolver um problema vosso ou deixar-vos a sorrir.

 

➳ Skam

Afinal parece que não gosto só de séries de língua inglesa. Skam é uma série norueguesa e eu recomendo a todas as idades, para ser sincera. Ora, cada temporada de Skam foca-se numa personagem que frequenta o liceu Hartvig Nissen e num determinado tema. Basicamente, a primeira temporada tem como tema as crises de identidade e a solidão, a segunda temporada centra-se no feminismo, violência e distúrbios alimentares, por sua vez, a terceira temporada tem como tema a homossexualidade e, para terminar, a quarta temporada retrata o preconceito que existe em relação a algumas religiões. Para além destas 4 temporadas que são as principais, no final do último episódio são apresentadas várias cenas de outras personagens que não têm a sua própria temporada e vemos que lidam com situações como depressão dos pais, amor não correspondido e entre outros. Na minha opinião, é uma das melhores séries até hoje feitas e que nos fazem pensar duas vezes sobre tudo aquilo que está à nossa volta, faz-nos perceber que todas as pessoas têm uma história por trás e que devemos ter cuidado com a forma como usámos as nossas palavras. Recomendo mesmo muito, tal como disse, a todas as gerações porque esta série tem o poder de quebrar vários preconceitos e tornar a nossa mente num lugar muito mais aberto.

 

➳ Stranger Things

Esta série não é propriamente o género de série que costumo assistir, mas conquistou-me facilmente o coração. Muita gente fica extremamente assustado e desiste logo no primeiro episódio, mas eu não consigo resistir a toda a fofura que está relacionada com esta série. Basicamente, o elenco é constituído por crianças (ok, eles têm a minha idade, mas quando começaram com a série ainda eram criancinhas ahaha) e a história também se passa nos anos 80 (acho que já toda a gente percebeu que eu adoro séries que retrarem os 80's e 90's). Envolve algum terror e drama, no entanto, é totalmente compensado com todo o romance e alguns momentos de comédia que vamos tendo ao longo dos episódios. A 3ª temporada, que estreou este 4 de Julho, foi a minha favorita e também achei a 1ª temporada muito amorosa porque eles ainda eram mesmo muito pequeninos e muito fofinhos. Alguém desse lado também vê?

 

➳ Freaks and Geeks

Vi esta série no ano passado e, mais uma vez, uma série que retrata os anos 80. Fiquei mesmo triste quando percebi que esta série foi cancelada, uma vez que fiquei mesmo curiosa para saber o que iria acontecer à Lindsay. Mas pronto, sem dar nenhum spoiler, esta série é literalmente sobre freaks and geeks, mostra a realidade de ambos os grupos. Afinal os freaks não são assim tão maus e os geeks conseguem ser bastante divertidos. É uma série que aborda de forma bastante leve temas como a puberdade, feminismo e o bullying. Acho que merecia mais do que 1 temporada, ainda assim vale mesmo a pena ver, por isso já sabem o que ver durante estas férias.

 

➳ Pretty Little Liars

Foi a primeira série que vi e, obviamente, que está na lista das minhas favoritas. Contém muito mistério e é aqui que está toda a graça de ver esta série. Vocês simplesmente querem ver mais um episódio porque querem descobrir o que vai acontecer e se é finalmente o episódio em que se descobre a identidade do -A. Fiquei bastante desiludida, apesar de ser uma das minhas séries favoritas, acho que devia ter terminado na 5ª temporada e ponto final. Foi um exagero as invenções que fizeram na última temporada e eu não gostei muito disso, mas é o que é. Ainda assim, considero uma das melhores séries que vi até hoje, sobretudo porque tem os meus casais fofinhos, digam-me que não sou a única que shippa #Ezria, haverá casal mais lindo? Também adoro a Hannah e o Caleb, sobretudo por serem um casal tão divertido e ao mesmo tempo tão diferente um do outro. Sem dúvida, que adorei esta série e tenho que ver o spin-off asap.

 

➳ Carrie Diaries 

Acho que nunca vos falei desta série, mas a verdade é que é uma das minhas favoritas de sempre. Foi a segunda série que vi e que adorava que tivesse continuado, infelizmente, também foi cancelada e ficou por 2 temporadas. Esta série conta nada mais do que a história da adolescente Carrie Bradshaw, e sim é a nossa Carrie da famosa série "O sexo e a cidade." Basicamente, a Carrie perdeu a sua mãe há pouco tempo e mesmo a terminar o secundário, começa a descobrir todo um mundo em NYC, apaixona-se pela indústria da moda e vive uma vida dupla, uma vez que as pessoas com que trabalha não fazem a mínima ideia que ela tem 16 anos e ainda estuda. Ao mesmo tempo, Carrie enfrenta os típicos problemas de adolescente, amor e amizade e tenta descobrir o seu verdadeiro eu. Vocês não imaginam as saudades que fiquei só de vos falar da série, portanto acho que a vou rever outra vez para matar as saudades ahaha <3

 

E são estas as minhas séries favoritas, além destas posso dizer-vos que também adoro "How I Met Your Mother" e "The Big Bang Theory". E vocês? Quais são as vossas séries favoritas?

12
Ago19

#10 Steal the look | Friends Edition

Sofia

monica geller.PNG

1 | 2

 

rachel green.PNG

3 | 4

 

Dois ícones de moda dos anos 90 e através delas retiro alguma inspiração para o meu dia-a-dia. Além disso, trata-se também de duas personagens da minha série favorita e claramente que tinha de as trazer aqui ao blog nesta rubrica. Espero que tenham gostado e digam-me qual é o vosso look favorito, o da Monica Geller ou da Rachel Green? :)

10
Ago19

How to wear jeans a girly way

Sofia

Toda a gente adora jeans, não é verdade? Afinal, são uma das peças mais práticas de sempre, confortáveis e ficam giras com qualquer coisa. Contudo, sinto que nem sempre fazem um look brilhar se não soubermos combinar as coisas da forma correta, uma simples blusa ou t-shirt conseguem tornar o look em algo básico e não em algo casual chic. Portanto, ao longo dos anos, tentei procurar peças que fossem femininas e que tivessem o mesmo efeito que vestidos e saias, ou seja, que conseguissem transformar um look em algo girly, classy e chic. Hoje, vou partilhar com vocês algumas dicas para obterem o mesmo resultado e arrasarem com tudo <3

 

Untitled design.png

 

1) Encontra o par perfeito de jeans

Nesta questão eu não vos posso ajudar propriamente e dizer qual é o par ideal para vocês, mas o mais importante é vocês sentirem-se bem com eles. Normalmente, eu prefiro high waisted jeans, costumam resultar mesmo muito bem no meu corpo e são extremamente confortáveis. Relativamente ao modelo, eu costumava preferir skinny jeans mas, sinceramente, ando numa de só querer mom jeans e ultimamente só compro deste modelo. Em relação à cor, gosto de ter algumas mais claras para o verão e primavera e alguns tons mais escuros para o outono/inverno. Na minha opinião, um tom mais claro costuma dar logo aquele toque feminino que queremos obter, no entanto, se usarmos uma tom de ganga mais escuro vai resultar na mesma.

 

2) Blusas claras (rosa, branco, tons pastel, etc...) e malhas 

Já referi no inicio que uma camisola qualquer pode retirar um bocadinho o toque girly que queremos ter no look. Por isso, a minha grande sugestão é optarem por peças mais clássicas e que só por si já gritam C-U-T-E, ou seja, tentem escolher blusas em tons mais claros, vão logo dar um ar mais clean ao vosso look e isso já vai contribuir para o efeito que queremos obter. Confesso que também uso imensas blusas no inverno e depois coloco um casaco bem quentinho, é também uma opção para não perderem estilo nos dias mais frios. E bem, agora no que toca a malhas...mais uma vez, o truque dos tons claros porque funcionam mesmo bem e são extremamente importantes.

 

3) Acessórios

Acessórios nunca são demasiados. Um simples colar, um par de brincos ou até mesmo um relógio podem fazer toda a diferença. Apostem em coisas minimalistas porque, além de serem as mais bonitas, são aquelas que vão conseguir transformar o look em algo mais classy.

 

4) A mala perfeita

O toque final para qualquer look ficar perfeito é ter a mala ideal. Mais uma vez, a mala vai conseguir transformar o vosso look num look classy e bastante elegante, além disso vai também completar tudo e, se for a mala perfeita, vai tornar muito harmonioso.

 

5) Cute shoes

Eu sou uma apaixonada por botins e assim que chega o outono eu já estou a usar. Tenho imensos, normalmente com um bocadinho de salto (para me sentir mais alta e poderosa) e com jeans ficam lindos. E quando não estamos no inverno...uma hipótese é apostarem em sandálias e, pessoalmente, adoro ver sandálias de salto (detesto sandálias rasas) mas isto, obviamente, está a vosso gosto. De qualquer das formas, botins e sandálias de salto são uma excelente opção para tornarem o vosso look num look girly e, se forem mais fãs de ténis, existem também vários modelos fofinhos e em cores pastel que, mais uma vez, dão o ar muito clean e bonito ao look.

 

E a melhor forma de terminar este post é mesmo com uma das minhas frases favoritas e que mais me inspira no que toca a moda: A girl should be two things: classy and fabulous, Coco Chanel. Espero que tenham gostado tanto quanto eu, beijinhos <3

PESQUISAR

// ABOUT ME //

SEND ME SOME LOVE

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

// AESTHETIC //

ARQUIVO

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D