Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The diary of a teenager

A girl should be two things: classy and fabulous

09
Jun18

10º ano| A entrada no secundário, o meu curso, médias (...)

Sofia ❤

Olá ♡

Quem já me acompanha há algum tempo sabe que frequento o 10º ano e estou no curso científico-humanístico de ciências e tecnologias com Biologia e Física e Química A. Normalmente nesta altura do ano, os alunos de 9º ano já costumam estar em casa para estudar para os exames e também já têm em mente a escolha que têm que fazer, sendo que muitas vezes surgem algumas dúvidas sobre realmente o que será o mais indicado para nós.

Obviamente que com este post, eu apenas posso dar a minha opinião sobre o curso que estou a frequentar porque sobre outras áreas eu sei tanto quanto vocês. 

 

A entrada no secundário:

Então, eu vou começar por falar em algo geral que é a entrada no secundário. Quer vocês sigam ciências, humanidades ou sócio-económicas vocês vão sentir alguma diferença porque já não é o ensino básico, o grau de dificuldade aumenta. E eu acho que é algo que nós não temos noção, acho que ninguém que entra no secundário tem a noção daquilo que vai enfrentar. Eu falo por experiência própria, a minha irmã já tinha frequentado e estava sempre a dizer-me que era algo difícil, mas eu pensei sempre "Ok, basta estudar mais, basta dedicar-me mais do que no ensino básico e consigo atingir assim um 17 na boa". Muita gente vai com esta ideia e é uma ideia errada. De facto, é necessário estudar mais mas não chega.

No meu caso, mudei de escola e a adaptação foi muito boa. Gostei muito do ambiente, gostei das pessoas da minha turma, existe sempre aquele grupo mais "dramático" mas conheci pessoas incríveis e que eu espero levar para a vida toda.

A nível de matéria e testes eu senti uma enorme diferença. A matéria senti que era dada muito rapidamente, ou seja, para um primeiro teste já sai os dois primeiros capítulos, por exemplo. Com isto quero dizer-vos que a matéria acumula muito mais facilmente e se vocês não estudarem regularmente não vai correr muito bem porque ao contrário do básico, estudar 2/3 dias antes (quando até nem era na véspera) não é suficiente. 

Em relação aos testes, eu senti um grande impacto porque na minha escola os testes são todos com estrutura de exame, já cheguei a ter testes de biologia que tinham grupos de testes intermédios, de exames mais antigos (2012/2013) e isto aumenta sempre o grau de dificuldade. Para mim foi muito difícil esta parte da adaptação e os primeiros testes não foram tão bons e isso acabou por me desmotivar um pouco.

Isto foi, sem dúvida, as grandes diferenças que senti e admito que fiquei desiludida, estava feliz com a minha escolha, gostava das disciplinas, mas o facto de sentir que tinha capacidade para muito mais e não conseguia alcançar os resultados que queria deixava-me triste.

 

O meu curso:

 

Como já referi acima, o meu curso é o de ciências e tecnologias e conta com as seguintes disciplinas:

 

Geologia e Biologia: Vocês começam com geologia, falam das rochas (metamórficas, magmáticas, sedimentares), dos fósseis (idade relativa e idade absoluta), das  placas tectónicas, do  vulcanismo, da sismologia, do gradiente geotérmico, entre outros temas. 

Eu sei, já demos isto tudo no 8º ano, não é verdade? Mas não fiquem mesmo com a ideia de que vai estar ao mesmo nível de dificuldade, de que já deram aquilo, basta decorar tudo e já está. A disciplina de geologia e biologia é preciso relacionar, vocês podem saber a matéria toda e isso já ajuda bastante, mas têm sobretudo que alargar o vosso conhecimento para outras áreas e saber relacionar todos os conceitos entre si. Para mim, geologia foi mais difícil, na medida em que não considero a matéria tão interessante e não me faz tanto sentido. Depois de terminarem com geologia começam com biologia e digo-vos com toda a certeza de que biologia está no meu coração. Biologia foi o que mais gostei de dar este ano, adorei as biomoléculas, a fotossíntese, a respiração aeróbia e a fermentação. Acho que é muito mais fácil de perceber do que a matéria de geologia e foi com biologia que consegui subir as minhas notas.

Por isso, o truque para biologia e geologia é perceber muito bem a matéria e saber relacionar os conceitos. E se os vossos testes forem como os meus e tiverem estrutura de exame, vocês vão ter 4 grupos e o teste é todo escolha múltipla com 4 perguntas abertas, uma por grupo. Aproveito para dar a dica de que interpretação também ajuda bastante porque as escolhas múltiplas às vezes têm algumas rasteiras e os textos têm muitas informações que podemos usar. E não basta fazer resumos da matéria, nós vamos com a ideia de que vai ser como em ciências, basta saber a matéria, mas é preciso exercitá-la, resolvam alguns grupos de exame, estudem a teoria da maneira que quiserem, da maneira que vos for mais útil, mas acreditem que depois de toda a teoria estudada ajuda imenso resolver exercícios.

 

Física e Química A: Começamos com química, eu comecei com os erros relativos, percentuais (detestei completamente ughh) e depois fomos para a minha parte favorita, os moles que é basicamente aplicação de fórmulas. Dão energia e falam nos espetros (contínuos, absorção, emissão, etc...) e também é fácil, é mais teoria até e tem algumas contitas fáceis. Depois começam por dar alguma química orgânica que é muito giro, acreditem que ao inicio é muito estranho, mas é mesmo muito interessante. Sinceramente, eu achei a matéria de química complexa mas fácil e agora que olho para trás penso mesmo que poderia ter tirado muito melhores notas e tenho um pouco de pena de terem sido os primeiros testes porque se calhar se já não tivesse na fase de adaptação teria conseguido melhores resultados. 

Por fim, dão a física que é só fórmulas! Preparem essas cabeças para decorar fórmulas de tudo: energia mecânica, teorema da energia cinética, potências dissipadas, rendimentos, irradiâncias, capacidades térmicas, entre outras. Não se assustem, com a prática vocês decoram isto tudo. Física para mim não me diz muito, vou ser sincera, acho mais difícil e prefiro química 1000 vezes, mas depois depende de aluno para aluno. A maior dica que vos dou é fazer muitos exercícios e praticar também a teoria, porque em física e química temos que conciliar isso. E estejam atentos nas atividades laboratoriais, nos meus testes tem sempre um grupo com uma atividade laboratorial, tal como no exame, e relaciona a matéria em questão e às vezes é lá que se perde uns pontinhos porque na aula da atividade não tivemos tão atentos nas questões pré e pós laboratoriais. O truque é mesmo saber a teoria e praticar mesmo muito.

 

Matemática A: Bem, isto foi um bicho de 7 cabeças! Começam por dar a lógica e os conjuntos e esta parte é um bocadinho estranha porque nunca demos nada disto no ensino básico, então no inicio vocês vão achar que é uma conversa para malucos, mas é uma matéria relativamente simples. 

Depois começam com os polinómios, onde dão a regra de Ruffini e esta matéria é fácil e vocês conseguem tirar boas notas, assim como a matéria da geometria no plano e no espaço, foi a minha parte favorita.

A matéria que menos gostei de dar e que tenho mais dificuldades é, sem dúvida, os radicais. Acreditem, eu não consigo perceber isto, são imensas regras e eu nunca sei por onde começar então o meu cérebro dá um autêntico nó.

Agora no final, demos as funções. Preparem-se para vomitar funções porque são imensas: função quadrática, funções polinomiais, função módulo, operações com funções, função injetiva, bijetiva, blá blá blá...

É suposto dar estatística, mas a minha stora não vai conseguir terminar o programa então vai ficar para o 11º ano. O truque para matemática é continuar a resolver exercícios, porque só com prática é que conseguimos perceber.

 

Português e Inglês: Optei por falar destas disciplinas ao mesmo tempo porque são aquelas disciplinas que não mudam muito do básico para o secundário. A nível de gramática é exatamente igual, em português dão mais um complemento ou outro, mas a inglês é sempre a mesma coisa.

Em português, dão a poesia trovadoresca, a Farsa de Inês Pereira, Camões Lírico e Lusíadas. Sim, preparem-se para ouvir Camões a lamentar-se por a sociedade portuguesa não dar o devido valor à cultura.

Bem, aproveitem estas disciplinas para subir a média porque conseguem facilmente tirar boas notas.

 

Filosofia: Esta disciplina é uma das grandes surpresas do secundário. Muitas vezes conhecemos alunos mais velhos, irmãos ou primos, que nos dizem que é uma disciplina aborrecida e que ajuda a subir a média e, de facto, estão corretos. 

Nós não sabemos bem o que nos espera, mas vocês começam por dar o que é a filosofia, começam por saber o significado de algumas palavras que vos vão aparecer ao longo do ano. Esta matéria ainda não é propriamente filosofia, depois desta primeira parte vocês entram na filosofia a sério. Começam por dar algumas teorias como o objetivismo, o relativismo, entre outras. Pessoalmente, achei que esta parte foi um pouco desinteressante e eu não gostei muito. Uma das minhas matérias favoritas foi o Stuart Mill e o Kant. Vocês vão conhecer as diferentes perspetivas e isto acaba por gerar alguns debates em aula, ao inicio é um bocadinho difícil de entender Kant porque para nós não faz muito sentido a forma como ele pensa, mas é muito interessante e é uma matéria mesmo muito fixe.

Depois, acabam por dar a filosofia política, Rawls e no final eu dei arte, no entanto existem escolas que optam por dar a religião. 

Como vocês podem ver, é uma disciplina simples, não é assim tão aborrecida, pelo contrário, dá para ter alguns debates e abre-vos novos horizontes, começam a ver as coisas de uma outra forma, na minha opinião.

 

Média: A vossa entrada na faculdade é basicamente definida pela vossa média e esta é o resultado de tudo o que vocês fizeram ao longo do secundário. Existem alguns alunos que pensam que a média mais importante é a média de 12º ano, mas estão enganados e o 10º ano já tem uma influência enorme na vossa média. 

Basicamente, as notas finais do vosso 10º ano vão fazer média com as notas finais do 11º ano. Por exemplo, imaginem que terminam inglês de 10º ano com um 19 e no 11º ano acabam com 18, a vossa nota final a inglês vai ser 19. Como podem ver, o 10º ano já tem um impacto na vossa média por isso vocês devem desde do inicio já ter bastante cuidado com isto.

Eventualmente, se não tiverem tão boas notas nas específicas aproveitem português, inglês e filosofia para ajudar a subir a média, são disciplinas mais leves, mais fáceis e conseguem atingir uma boa nota facilmente.

 

Eu tentei ser o mais sincera possível, por isso eu não vos vou dizer que o secundário é fácil e basta estudar mais um bocadinho que está tudo controlado, porque não é assim. O secundário é difícil, tem disciplinas complexas em qualquer curso e isso requer bastante estudo e dedicação da vossa parte. Estudem regularmente porque a matéria acumula-se muito mais facilmente e não é alguns dias antes do teste que conseguem estudar tudo. Aproveitem também para tirar dúvidas com os professores porque isso já vai ajudar-vos bastante no vosso estudo e acima de tudo não desistam, é complicado mas vocês conseguem!

E pronto, foi este o post. Espero que tenham gostado, que vos tenha sido útil e não que se tenha tornado muito chato de ler porque este post ainda era um bocadinho longo. Se desse lado houver alguém que queira partilhar a sua opinião sobre o curso que está ou o curso que frequentou durante o secundário, deixem aí o vosso comentário :)

Beijinhos e vemo-nos num próximo post <3

6 comentários

Comentar post

PESQUISAR

ABOUT ME

SEND ME SOME LOVE

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

ARQUIVO

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D