Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The diary of a teenager

A girl should be two things: classy and fabulous

23
Ago19

4 coisas que aprendi em 4 anos de blog

Sofia

A minha história como blogger é bastante engraçada e, para quem for novo por estes lados, posso fazer-vos um pequeno resumo. Então, toda esta aventura começou quando eu tinha 12 anos e em Janeiro de 2014 decidi criar o meu primeiro blog sobre uma série que adorava, foi aí que reuni uma quantidade considerável de leitores que, ao longo do tempo, foram tendo alguma curiosidade sobre a pessoa que escrevia todas as novidades sobre o elenco. Foi daí que veio a ideia de criar este cantinho, um ano depois em Março de 2015, e até hoje foi uma das melhores coisas que alguma vez eu poderia ter feito. Entretanto apaguei o meu outro blog e estou a trabalhar apenas com este desde 2016, se não estou em erro. Como podem ver, a blogosfera acompanha-me desde muito cedo, eu cresci aqui, eu vi o meu blog a crescer à medida que eu também ia crescendo e isso é, sem dúvida, uma das coisas que mais gosto. Assim, como vocês podem ver pelo título, eu hoje decidi olhar para trás e pensar nas 4 maiores coisas que aprendi ao longo destes últimos anos e espero que de alguma forma isto possa também servir de inspiração para quem está a começar agora. Por isso, sem mais demoras, vamos lá começar :)

4 coisas que aprendi em 4 anos de blog (1).png

1- Escrever o que me vai na alma

Quando comecei este blog eu tinha dezenas e dezenas de ideias, estava a começar e escrevia sobre tudo e mais alguma coisa. No entanto, as ideias começaram a desaparecer e eu escrevia coisas que ainda hoje tenho vergonha quando vou ler, mas é também uma dupla sensação. Eu fico um pouco embaraçada quando leio certas coisas que escrevi e também sinto alguma nostalgia porque eu era praticamente uma criança e era perfeitamente normal não ter muito rigor. Mas bem, isto tudo para vos dizer que o mais importante é mesmo escrever o que nos vai na alma porque se isso nos deixa felizes é o que realmente importa. Eu durante imenso tempo estive perdida a nível de conteúdo e acabei por encontrar algo que gostava, a moda e beleza. Tento focar-me nestes 2 temas, mas também gosto de explorar outros assuntos e já falei convosco imensas vezes sobre séries, leituras, viagens e outros temas de lifestyle. Não sintam a necessidade de rotular o vosso conteúdo, escrevam sobre aquilo que gostam e têm a necessidade de falar.

 

2- Ser mais recetiva a outras opiniões

Quando eu criei o meu blog fui alvo de algumas críticas, na altura o meu público era, maioritariamente, proveniente do meu primeiro blog e isso gerou alguma confusão. Tudo isso contribuiu para que ao longo dos anos eu soubesse aceitar críticas, sejam elas construtivas ou de teor depreciativo. Esta foi uma das coisas que aprendi e que uso no meu dia-a-dia, a verdade é que durante toda a nossa vida vamos conhecendo pessoas com pontos de vista diferentes do nosso, mas é suposto ser assim, só temos de ouvir e aceitar isso. Eu não vou mentir, sempre adorei expressar o meu ponto de vista e ainda hoje faço isso, no entanto, nunca tento impor a minha opinião e o blog contribuiu muito neste ponto. 

 

3- Tudo se consegue com muito esforço

Uma das coisas que mais me orgulho é, sem dúvida, este cantinho. É aqui que passo horas a escrever, editar e mesmo a trabalhar na imagem do blog e eu gosto disso, tenho imenso gosto em passar aqui um bom tempo a exercitar a minha criatividade. De certa forma, tornou-se um escape do meu dia-a-dia e eu sempre consegui conciliar isto com a minha vida pessoal, sobretudo com a escola. No verão costumo passar aqui grande parte do meu tempo a escrever para ter tudo pronto durante o ano letivo e não ter de me preocupar, isto deve-se ao facto de ser extremamente organizada e não conseguir deixar as coisas por fazer, portanto tenho de deixar conteúdo para vocês lerem enquanto que eu estou a estudar e assim não preciso de passar por aqui e consigo focar-me a 100% na escola. Sempre fiz isto e não me arrependo, dá-me imenso jeito e mostra-me que com esforço tudo se consegue. Mais uma vez, é uma lição que é transversal e se adequa também para o meu dia-a-dia, basta uma boa dose de esforço e muito amor e consigo alcançar aquilo que mais quero. É necessário também paciência, todo este esforço foi recompensado de alguma forma, seja com o carinho de todos os leitores ou mesmo com parcerias que fui fazendo. Por isso, em tudo o que fizerem tentem dar sempre o melhor de vocês, existem dias bons e maus, mas o que realmente importa é manterem-se fiéis a vocês mesmos e quando derem conta conseguiram concluir o vosso grande objetivo e vão olhar para trás com imensa gratidão.

 

4- O verdadeiro significado de: Everyone you meet is fighthing a battle you know nothing about.

Desde sempre que tive a capacidade de me colocar no lugar do outro e tratar as pessoas da mesma forma que eu gostaria de ser tratada, nunca gostei de julgar as pessoas porque a verdade é só uma, nós nunca sabemos o que essa pessoa está a passar. E eu tentei sempre aplicar esta filosofia aqui no blog e ao longo destes 4 anos passaram por aqui bastantes pessoas e algumas delas tornaram-se amigas da vida real e ainda tenho a sorte de manter a amizade. Penso que isto é uma das lições mais bonitas que podemos retirar do que quer que seja e é verdadeiramente para a vida mas, infelizmente, não é assim que a nossa sociedade funciona. Cada vez mais julgámos os outros, seja pelo que for e vocês não têm noção da quantidade de vezes em que ouço pessoas que conheço a julgarem as pessoas pelas suas escolhas, porque x quer y curso e está em ciências ou porque x tem y notas e está no curso errado. Eu acho isto tão fraco e só demonstra o quão pobres as pessoas podem ser de espírito, por isso...acho que todos nós devíamos tentar investir em colocar mais amor no mundo, tentar julgar menos e ser mais. É literalmente isto, julgar menos e ser mais. 

 

Confesso que quando comecei a escrever este post estava ainda de pé atrás e sem saber sobre o que queria escrever ao certo, bem...acho que deu para perceber que acabei por me inspirar e escrever (talvez) demasiado. Sinceramente, foi bastante bom fazer esta reflexão e tenho a certeza de que daqui a uns 4 anos, provavelmente, também vou olhar para determinadas coisas com um certo sentimento de vergonha e achar que podia ter feito outras coisas de forma diferente mas é assim mesmo, não é verdade? Estamos constantemente a aprender e ainda bem que assim o é. Espero que vocês tenham gostado deste post e aproveito para desafiar as bloggers desse lado a fazerem a mesma coisa, a refletirem sobre as coisas que aprenderam nestes anos. Vou dar uma pequena ajuda...desafio a CatarinaJust an ordinary girl e a Sofia. O desafio está, obviamente, aberto a toda a gente, por isso estejam à vontade :)

10 comentários

Comentar post

PESQUISAR

A BLOGGER

SEND ME SOME LOVE

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

// AESTHETIC //

ARQUIVO

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D