Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The diary of a teenager

The diary of a teenager

27
Jul17

As minhas séries| Switched at birth

Sofia ❤

Aloha! 

Hoje decidi trazer-vos mais um post dedicado a séries e desta vez venho falar-vos de Switched at Birth

Confesso que o ano passado via muitas mais séries, sobretudo policiais, mas já vi praticamente todos os episódios e cansei-me um bocadinho, então reduzi a minha lista a Pretty Little Liars e Switched at Birth. Posso dizer que são as minhas favoritas e se quiserem ver a minha opinião sobre PLL basta clicar aqui e se quiserem saber o que acho de Switched at Birth só precisam de continuar a ler o post.

Sobre a série: A história é sobre duas famílias que, 16 anos mais tarde, descobriram que as suas filhas foram trocadas na maternidade. Quando descobrem o erro do hospital decidem morar juntos para que se possam conhecer melhor e esta mudança vai trazer várias discussões sobretudo entre as duas mães, visto que a Kathryn Kennish começou a questionar a educação que a Regina Vasquez tinha dado à Daphne (filha biológica de Kathryn e John Kennish) e nessa fase de adaptação vai haver inúmeros conflitos entre os pais.

A série gira em torno do dia-a-dia das duas famílias e de como todos se adaptaram à nova realidade. Para além de discussões, podem contar com romance, comédia e aborda sobretudo a temática da surdez, visto que a Daphne é surda (devido a uma meningite quando era criança) e o seu melhor amigo, Emmet, também.

 

A minha opinião: Os primeiros episódios não foram dos meus favoritos porque os Kennish parecia que se tinham esquecido da Bay (filha biológica de Regina Vasquez), mas depois isso mudou e eu comecei a adorar. Estou nos últimos episódios da primeira temporada e posso dizer-vos que vale a pena, começou a tornar-se mais interessante quando a Bay conheceu o Emmet (melhor amigo da Daphne) e os dois começaram a namorar e como estão a imaginar quem não gostou nada da situação foi a Daphne e gerou-se aí uns momentos de discussão entre a Bay e a Daphne e os episódios tiveram ainda mais piada.

Uma das coisas que adoro nesta série é que com a continuação dos episódios vocês começam a aprender um pouco de ASL (American Sign Language) e eu admito que sempre quis aprender linguagem gestual e acho bastante engraçado aprender os sinais americanos e um dia, talvez, venha a aprender os portugueses. 

 

E para vos deixar ainda com mais curiosidade aqui fica o trailer da primeira temporada:

 

 

6 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D