Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The diary of a teenager

A girl should be two things: classy and fabulous

11
Set19

As vossas suposições sobre mim

Sofia

Atrasada ou não, há uns meses atrás uma das maiores tendências no youtube eram os vídeos a falar sobre suposições que os subscritores tinham sobre a pessoa que estava atrás da câmara. Aqui a vossa amiga deixou-se levar pela onda e decidiu fazer o mesmo desafio, pedi-vos para me mandarem as vossas suposições sobre mim e assim vocês o fizeram. Assim, para quebrar um pouco toda esta série de regresso às aulas (que está mesmo mesmo quase a acabar), hoje vou responder a tudo e dizer se é verdade ou mentira. Portanto, sem mais demoras, vamos lá ver como isto corre :)

 

THE DIARY OF TEENAGER.png

 

1- Acho que tiras notas super altas na escola, pareces ser muito bem organizada e estudiosa.

De facto, eu sou mesmo muito organizada. Agora no secundário nunca tive muitos trabalhos de casa mas no ensino básico eu tinha esta pequena regra: fazer tudo assim que chegar a casa para não me esquecer. Desde que fui para o 10º ano tive que fazer alguns ajustes no que toca a métodos de estudo e uma coisa que tentei manter foi, sem dúvida, a minha organização e estes pequenos hábitos. Tento planear todas as coisas que tenho para fazer durante a tarde na minha agenda e depois sinto-me na obrigação de cumprir isso para não ficarem esquecidos. E sim, também me posso considerar uma pessoa estudiosa, tento estudar todos os dias e, obviamente, que também tenho os meus momentos de preguiça e em que fico a procrastinar ou a olhar para o nada enquanto estou na secretária, mas a verdade é que nenhuma má nota foi devido a falta de estudo. Desde que me lembro que nunca fui aquela pessoa que simplesmente não estuda, mesmo quando estudo menos para um teste, seja por falta de tempo ou mesmo por algum imprevisto, fico com um enorme sentimento de culpa. No que toca à parte das notas super altas, bem...isso depende bastante. Não me considero aluna de topo porque eu não tenho notas de 18/19 a todas as disciplinas, mas a verdade é que também não sou má aluna. Tenho 19 a inglês (o meu orgulho) e às restantes disciplinas sou aluna de 14/15, exceto matemática que é o meu calcanhar de Aquiles. Portanto, posso dizer-te que sou boa aluna, com notas boas e ali com um 10 a arruinar a minha média porque matemática e eu simplesmente não conseguimos ser amigas.

 

2- Suponho que sejas uma miúda cheia de estilo, muito organizada, estudiosa e com boas notas.

No que toca a estilo vocês já sabem...eu amo moda do fundo do meu coração. A minha irmã que o diga, eu estou sempre a falar de ir às compras porque enfim...é uma verdadeira terapia. Mas bem, gostar de moda e fazer compras não implica propriamente ter estilo, não é verdade? No entanto, e sem querer parecer convencida, eu acho que tenho estilo e que me visto bem, normalmente as pessoas costumam muito elogiar isso e eu fico mesmo muito feliz porque é mesmo um dos melhores elogios, para mim. No que toca a organização, estudo e escola, a minha resposta é a mesma que dei há pouco à suposição da Carolina.

 

4- Acho que és super aplicada

Isto é verdade, eu considero-me mesmo aplicada. Ainda há pouco disse isto e volto a repetir, alguma nota má que já tenha tido, não foi por falta de estudo porque eu tenho noção de que preciso de estudar para alcançar os meus objetivos e tento sempre gerir isso da melhor forma. Este ano não é exceção e quero continuar a ser assim, aplicar-me às 4 disciplinas que vou ter e dar o meu melhor. Confesso que vou ter de me aplicar ainda mais a matemática para compensar um 11º ano desastroso nesta disciplina. No final do ano já estava tão desmotivada que simplesmente não entrava mais nada para a caixa e este ano isso não pode mesmo acontecer.

 

5- Adoras ajudar os outros

God, isto é tão verdade! Eu gosto mesmo muito quando me procuram para pedir ajuda porque eu sinto-me mesmo bem a fazer isso, sinto que posso fazer a diferença e tornar o dia da pessoa um bocadinho mais feliz. Normalmente procuram-me para conselhos amorosos e a minha experiência pode não ser muita, mas uma coisa eu sei: se um rapaz vos faz sentir insuficientes, he's not the right guy. Para além de conselhos amorosos, eu mostro-me sempre disponível para ajudar naquilo que for preciso, eu considero-me uma boa ouvinte e uma coisa que podem ter a certeza é que eu nunca vos vou julgar por x ou y, por isso eu estou sempre de braços abertos para ajudar o outro. 

 

6- Chegas sempre a horas e detestas atrasos

Malta, isto não acontece. Eu sou muito organizada mas estou quase sempre atrasada e o mais engraçado é que nunca me atraso para as aulas, nunca cheguei tarde a nenhuma aula. Digamos que sou muito atrasada quando vou a alguma festa, ter com amigos ou até para saídas de família. Como é que isto acontece? A resposta é maquilhagem. Quando vou para as aulas no máximo ponho um bocadinho de corretor e máscara de pestanas e consigo despachar isso em 5 minutos, quando tenho estas saídas gosto de me arranjar um bocadinho mais e como utilizo mais maquilhagem já demoro, pelo menos, uns 10/15 minutos nisto. Às vezes, a culpa nem é da maquilhagem e eu atraso-me na mesma. Basicamente, eu costumo ser aquela pessoa que nunca é a primeira a chegar mas também não é a última, portanto eu lido bastante bem com atrasos porque a verdade é só uma, não sou a pessoa mais pontual à face da Terra. 

 

7- Eras/és super popular na escola

Nunca fui popular na escola nem nada do género, aliás sempre fui considerada bicho do mato. Infelizmente, tive a mesma turma do 1º ao 9º ano, ou seja, foram 9 anos com as mesmas pessoas de sempre e eu nunca me identifiquei com elas. Além disso, sempre fui muito tímida nas aulas e estas pessoas começaram a pintar-me como a caladinha, ao longo dos anos este tipo de comentários começou a acumlar-se. A minha turma era, maioritariamente, constituída por raparigas e elas eram más. Eu sempre fui muito feminina e elas gozavam comigo por causa disso, diziam que eu parecia uma barbie a andar, que parecia uma bonequinha de porcelana e que nunca iria ter um namorado por ser demasiado caladinha. Enfim, foram várias as vezes em que me senti rebaixada e no meu 9º ano cheguei ao ponto de me sentir feia ao lado delas. No final do meu 9º ano eu já não aguentava mais ouvir comentários do género "Como é tu ouves rock se te vestes assim?" e muitos mais. Foi por isso que fiquei tão entusiasmada com o secundário, eu ia mudar de escola e ia conhecer novas pessoas, isso deixou-me mesmo muito feliz e considero que tive uma boa experiência. Apesar de ter conhecido algumas pessoas que depois revelaram ser o contrário, posso dizer que também fiz bons amigos e nunca houve uma única pessoa a criticar o facto de eu ser mais feminina ou de gostar de rock, aliás algumas amizades que fiz deveu-se mesmo a isso, o mesmo gosto musical. Muito sinceramente, sinto que foi uma mudança que me fez muito bem e me tornou naquilo que sou hoje. Foi nesta nova escola que consegui ser a Sofia e sem ter medo de ser eu mesma, consegui ser a Sofia que sempre fui em casa, ou seja, com os seus ataques de riso em momentos sérios, a cantar Justin Bieber e a falar pelos cotovelos. Portanto, como podem ver nunca fui propriamente uma pessoa social e muito popular na escola. 

 

8- És preguiçosa para arrumações

Ahahah, estás em minha casa ou assim? É que isto é o prato do dia e a minha mãe não acha muita piada. Vocês já sabem que eu sou extremamente organizada e não é só no blog e na escola, eu gosto de organizar as minhas coisas de uma forma muito própria (livros por altura, roupa por cor e muitas outras manias estranhas), mas detesto fazer arrumações em geral. Gosto de arrumar a minha secretária todas as semanas e o meu quarto também porque dá-me paz, no entanto...detesto ter de arrumar a sala ou aspirar alguma divisão da casa. Normalmente isto é ao sábado e eu até acordo de mau humor só de pensar que tenho de fazer arrumações. Quem desse lado também é assim? 

 

9- Não róis as unhas

Quando era mais pequena costumava roer imenso e acho que à medida que fui crescendo fui largando esse vício. No fundo é mesmo isso, não passa de um vício e ao longo do tempo eu comecei a ver que não ficava muito bonito. Claro que também contribuiu o facto de ter ficado mais vaidosa nesse aspeto e comecei a gostar de deixar as minhas unhas crescer para pintar e fui mantendo este ritual. Não gosto nada de ver aquelas unhas de gel enormes, mas também não adoro ver unhas demasiado pequenas, acho que aquele comprimento médio já fica mesmo muito bonito e muito elegante. Portanto, se quiserem deixar de roer as unhas o meu maior conselho é mesmo pintarem as unhas, assim vão começar a pensar que podem ficar com verniz na boca.

 

10- Suponho que sejas mesmo extrovertida

É assim...depende. Eu não me considero extrovertida, mas também não sou introvertida. Deu para entender? Eu sou aquela pessoa que se quiser falar com vocês, provavelmente, vai ter demasiada vergonha para o fazer, mas se vocês vierem falar comigo é mesmo na boa. Aliás, uma coisa que eu gosto em mim é que eu sei criar assunto, e não acontece aquela cena do "Ok...e agora digo o quê?" porque eu acabo por trazer algo novo ao de cima e sei explorar bem determinados assuntos. 

 

11- Acho que choras facilmente

Eu sempre fui muito chorona, é verdade. Eu costumava chorar só quando me levantam a voz ou quando não conseguia resolver algum exercício da escola e também chorava quando eu e a minha irmã ficávamos a discutir. Nunca chorei com filmes e, de um momento para o outro, isso mudou imenso. Eu agora continuo a chorar pelas mesmas coisas de sempre (discussões, escola, etc...), mas ainda choro mais com filmes e não é preciso muito para isso acontecer. Eu choro a ouvir a música do Titanic, entendam só o quão grave é a situação. Também choro com o clássico "A Bela e o Monstro" e muitos outros filmes em que uma pessoa normal fica um pouco comovida, mas não a chorar imenso como aqui a je. É...não é preciso muito para me fazer chorar, eu facilmente estou em lágrimas e nem sei se isso é bom ou mau ahahah :)

 

E ficámos por aqui, respondi a tudinhooo o que vocês me mandaram e quero agradecer-vos imenso pela ajuda, em especial quero agradecer à Carolina, à Bia e à Catarina por todas as suas suposições sobre mim. Gostei mesmo muito de fazer este post, diverti-me imenso porque eu acho sempre giro dar-vos a conhecer um bocadinho mais sobre mim e isso obriga-me a fazer uma pequena reflexão pessoal e eu acho issso extremamente importante. Por isso, espero que tenham gostado tanto quanto eu e vejo-vos num próximo post <3

4 comentários

Comentar post

PESQUISAR

A BLOGGER

SEND ME SOME LOVE

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

// AESTHETIC //

ARQUIVO

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D