Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The diary of a teenager

A girl should be two things: classy and fabulous

29
Jul19

Review| O Rei Leão

Sofia

Na quinta-feira passada foi altura de matar saudades da minha melhor amiga e, como aqui no Porto o tempo não estava grande coisa, decidimos ir ao cinema. A escolha foi bastante fácil, sem pensar duas vezes decidimos ver "O Rei Leão" por ser um filme nostálgico e tão fofinho. Deste modo, hoje vou partilhar convosco a minha opinião sobre o filme que, aproveito já para dizer, está incrível :)

 

lion-king-1-t.jpg

 

Sinopse: Simba acabou de nascer e é o próximo herdeiro do reino, deixando Scar chateadíssimo, pois desde sempre que tenciona ser ele o rei. À medida que Simba vai crescendo, a sua curiosidade vai também aumentando e tenta mostrar que não tem medos e que vai ser um rei tão forte como o seu pai, Mufasa. Quem não fica muito feliz com isto é, obviamente, Scar que tenta sempre meter a cria em problemas. Juntamente com as hienas, Scar faz todo um plano para matar o seu irmão, Mufasa, e afugentar Simba para longe, e desta forma conseguir lugar no trono. Como sabem, o Scar conseguiu concretizar o seu plano e Simba cresceu com Timon e Pumba, duas personagens que conferiram ao filme imensa diversão e uma boa dose de bom humor. E o resto penso que já sabem...portanto, vou poupar-me a pormenores e passar à minha opinião.

 

A minha opinião: Um clássico da Disney será sempre um clássico da Disney e será sempre assim, indepentemente da nossa idade. Tal como já referi no inicio, o filme está incrível. Confesso que tinha as minhas dúvidas, mas não conseguiu mesmo desiludir, não tinha como. Tudo no filme estava incrível, a forma como se mantiveram fiéis ao original, a forma como tudo parecia tão real. Confesso que tinha algumas dúvidas aí e não sabia até que ponto é que a animação estaria 100% bem mas não falhou, aliás em algumas partes fiquei bastante arrepiada pela forma como tudo parecia tão verdade. Chorei bastante e tive de me conter na sala de cinema (quem nunca?), foi um filme que despertou imensas emoções, sobretudo nostalgia. Sem dúvida, que recomendo. Para este filme tenho apenas uma palavra: L-I-N-D-O!

 

Para quem tiver alguma curiosidade vou deixar aqui o trailer:

Alguém desse lado já foi ver? O que acharam? Digam-me tudo nos comentários <3

24
Jul19

Review | Friends

Sofia

Penso que toda a gente conhece o clássico Friends. Durante imenso tempo evitei esta série pelas suas 10 temporadas, achei que seria impossível conseguir ver tudo e na altura estava a ver How I Met Your Mother e, na minha cabeça, sempre pensei que não haveria nada melhor do que esta série. Ora, estava completamente enganada e confesso que agradeço ter visto HIMYM em primeiro lugar porque, muito provavelmente, não iria querer assistir depois de Friends. Assim, hoje vou partilhar convosco a minha opinião sobre esta série já com mais 25 anos.

 

BeFunky Collage.jpg

 

Sinopse: Toda a série começa quando Rachel chega a NYC depois de ter abandonado Barry no altar. Como não conhecia mais ninguém na cidade Rachel tentou encontrar a sua melhor amiga do secundário, Monica Geller. Foi assim que tudo começou, Rachel torna-se colega de casa de Monica e convive com o seu grupo de amigos: Joey, Ross, Chandler e Phoebe. O Ross é o irmão da Monica e sempre teve uma enorme crush na Rachel, portanto vai desenrolar-se um romance entre os dois. E não pensem que a história se centra na Rachel, muito pelo contrário, esta série gira mesmo em torno da amizade deste grupo de 6 amigos que bebem café sempre no Central Perk e é onde contam as mais diversas histórias e partilham imensos momentos. 

 

A minha opinião: É um clássico que vale mesmo a pena ver. Além dos episódios serem bastante fáceis de ver (têm cerca de 20 minutos), é também uma série leve, na medida em que envolve muito humor e conseguem mudar completamente o nosso estado de espírito. Uma coisa que adoro nesta série é o facto de ainda retratar problemas bastante atuais e acho isso mesmo giro, tendo em conta que a série começou em 1994. Claramente que também adoro a amizade entre o grupo, é extremamente genuína, a dinâmica entre eles é incrível e tão rara, nota-se mesmo que eles ficam felizes com os feitos dos seus amigos e também ficam tristes quando existem problemas. Tudo nesta série envolve bastante humor, eles recorrem muito à sátira. Por exemplo, são imensas as vezes em que eles brincam com aquela situação dos casais "Não és tu, sou eu" ou "Eu juro que pensei em ti o tempo todo" e acaba por se tornar bastante engraçado no contexto em que é utilizado. Em relação às personagens, eu não consigo escolher a minha favorita porque eles são todos fofinhos, engraçados e ótimas pessoas. Identifico-me com a Rachel, no que toca à sua compulsão por comprar roupa (oops), por outro lado também me identifico muito com a Monica porque eu tenho a mania da organização e, por fim, também me identifico muito com a Phoebe porque ela está muito ligada às energias e eu sou muito assim. E relativamente aos boys, eu adoro o Chandler. Quem vê a série tem de concordar que ele é um verdadeiro D-E-U-S, aquele sentido de humor é incrível, no entanto, também acho o Joey mesmo adorável, sobretudo nos seus momentos mais lentinhos e, finalmente, adoro o Ross por todo o carinho que ele dá aos amigos e vê-se, claramente, que é uma personagem que está sempre lá para os seus amigos e para quem ele mais ama. Portanto, como podem ver eu não consigo mesmo escolher apenas uma personagem, uma vez que todas elas têm determinadas características que as fazem únicas e não imagino a série sem nenhuma delas. 

 

Se vocês procuram uma série leve, engraçada e que vos faz ficar completamente coladas ao ecrã, sem dúvida, que eu recomendo Friends. Não me arrependo nada de ter visto, considero a minha série favorita juntamente com Skam e bate HIMYM em todos os níveis. É um clássico maravilhoso, com roupas incríveis (os looks da Rachel e da Monica são lindos demais e inspiram-me imenso para o dia-a-dia) e consegue mudar o meu mood com todas as cenas engraçadas.

 

Vou deixar aqui o trailer para quem tiver curiosidade:

 

Digam-me, por favor, que também adoram a amizade entre o Chandler e Joey, para mim é só a coisa mais golos de todo o sempre <33 E bem, assim termino este post e aproveito para vos perguntar se vocês já viram ou se, neste momento, vêem Friends e o que acham da série :)

20
Abr19

Review| Legalmente Loira

Sofia

Durante as aulas nunca tenho tempo suficiente para ver as minhas séries e filmes favoritos, portanto nestas férias da Páscoa aproveitei para pôr tudo em dia. Como sabem, sou mega fã de Harry Potter (#potterhead) e os filmes estão a passar na televisão, por isso decidi rever tudo e posso dizer-vos que já tinha imensas saudades de Hogwarts. Ora, para além de rever a minha saga favorita, vi também um dos meus filmes favoritos de todos os tempos, "Legalmente Loira" e hoje vou partilhar a minha review convosco :)

 

BeFunky Collage.jpg

 

Sinopse: Tudo começa quando Warner termina com Elle Woods por a considerar demasiado burra. Na opinião dele, como vai estudar para Harvard precisa de uma namorada que seja séria e que não seja uma Marilyn Monroe. Depois de algum tempo a lamentar-se pelo desgosto amoroso, Elle percebe que a única maneira de recuperar Warner é entrar em Harvard e tornar-se numa advogada. Assim, com várias horas de estudo, Elle consegue passar nos exames e, tal como Warner, consegue entrar na universidade que pretendia. Como a Elle é a verdadeira Barbie de Malibu e loira, é vista por todos os alunos como burra e até os professores a tratam muito mal. Quando Elle percebe que para Warner ela nunca será suficiente, decidi focar-se em si e lutar contra o estereótipo das loiras. 

 

A minha opinião: Sem dúvida, que é o filme ideal para quando precisámos de motivação. Passa várias mensagens, tais como: não devemos chorar por um rapaz que não nos valoriza, devemos acreditar sempre em nós e ser fiéis aquilo que nos move, e finalmente, devemos lutar por aquilo que realmente queremos e não podemos deixar que os outros nos convençam de que não estamos a altura para x tarefa. Uma mensagem feminista, inspiradora e que todos nós devíamos ter em conta.

É também um filme de comédia, bastante fácil de ver e que eu recomendo, sobretudo, a todos aqueles que precisam de alguma inspiração. Acreditem, ao ver a Elle a estudar e a conseguir alcançar os seus objetivos, vocês percebem que o esforço é bastante importante para ter sucesso, por mais obstáculos que existam. Sendo assim, vou deixar aqui o trailer para os que ficaram curiosos:

 

"Whoever said orange was the new pink, was seriously disturbed"

ICÓNICO

 

Para sempre um dos meus favoritos <3 Quem mais desse lado ama este filme? 

04
Jan19

Review| A series of unfortunate events

Sofia

É durante o verão que aproveito para pôr todas as minhas séries em dia, no entanto, no verão de 2018 não tive tempo para terminar tudo, portanto, nas férias de Natal decidi acabar aquilo que tinha deixado em stand-by. Assim, terminei "A series of unfortunate events", uma série que surpreendeu bastante pela positiva e hoje vou partilhar convosco a minha opinião sobre a mesma.

 

 

Sinopse: A série narra a história de 3 irmãos órfãos, os Baudelaire. Tudo começa no dia em que estes são informados de que os seus pais faleceram num incêndio e os 3 irmãos são entregues a um primo distante, o Conde Olaf, que os despreza e apenas quer a fortuna deles. Quando se apercebem de que o Conde Olaf não é sequer membro da família, eles fogem dele e, desta forma, estão constantemente a mudar de tutor. Infelizmente, a história dos Baudelaire não fica por aqui e o Conde Olaf não vai descansar até conseguir alcançar o seu objetivo. Violeta, Klaus e Sunny vão ser perseguidos ao mesmo tempo que descobrem segredos dos seus pais e o motivo de tudo aquilo lhes estar a acontecer. 

 

A minha opinião: Confesso que na altura vi alguns vídeos sobre a série e não fiquei muito curiosa, mas como queria uma série nova para ver, decidi aventurar-me e adorei. Esta série é baseada numa série de livros do escritor Lemony Snicket (Daniel Handler) e depois de ver fiquei com bastante curiosidade de ler os livros porque, de facto, todos os episódios estão muito bons e deixam-nos "presos" ao ecrã. Se procuram uma série com um toque de mistério e alguma ficção, sem dúvida, que recomendo. Tem o meu selo de aprovação :)

 

Para quem ficou curioso, deixo aqui o trailer:

 

 

E desse lado? Já alguém viu esta série? Se sim, o que acharam?

17
Out18

Review| Freaks and Geeks

Sofia

Enquanto estava a escrever este post deu-me assim uma nostalgia das férias de verão, de quando tinha tempo para ver séries e filmes, coisa que agora é impensável. Partindo direta ao assunto, já desde de finais de Setembro (penso eu) que já queria ter feito este post, no entanto, estava sempre a adiar. Como já devem ter percebido, hoje, trago-vos uma review de uma das séries que comecei a ver no verão, Freaks and Geeks.

 

 

Sinopse: A história gira em torno de Lindsay que frequenta o liceu no inicio dos anos 80. Sempre foi boa aluna, mas a morte da avó mudou-a e ela decide fazer novos amigos, os famosos freaks. Estas novas amizades com os alunos problemáticos trouxeram-lhe vários conflitos com os pais e vemos como é que ela lida com isso.

Ao mesmo tempo que acompanhámos a história de Lindsay, vemos como é que o irmão dela, Sam, um geek, se tenta encaixar no liceu, visto que ele e os amigos, Neil e Bill, são alvo de bullying por serem os típicos "cromos".

 

A minha opinião: Foi uma série que me surpreendeu pela positiva em diversos aspetos. Ao inicio podem achar que não é nada de especial, mas ao longo da série vemos que vários estereótipos são quebrados. Percebemos que afinal os freaks não são assim tão maus como toda a gente os retrata e que os geeks são muito divertidos. 

Gostei também da forma como encararam de forma leve vários temas, como a puberdade, o bullying, o romance, entre outros. E também gostei muito das personagens, todas elas foram-se desenvolvendo ao longo da temporada e eu gosto muito de ver isso nas séries porque, de certa forma, há uma evolução.

É fácil de assistir porque, infelizmente, tem apenas 1 temporada com 18 episódios e não é demasiado "pesada". Recomendo, sem dúvida! Portanto, já sabem, tem o meu selo de aprovação!

 

Agora, para os interessados, deixo aqui o trailer:

 

 

E desse lado, também já assistiram a esta série? Se sim, o que acharam?

12
Set18

Review| To All The Boys I've Loved Before

Sofia

Durante o ano letivo nunca tenho tempo para ver séries e filmes, então para queimar os últimos cartuchos decidi ver o mais recente filme da Netflix que, tal como podem perceber pelo título, é To All The Boys I've Loved Before. Portanto, hoje, vou partilhar convosco a minha opinião sobre este filme que tem dado o que falar nas últimas semanas.

 

the-boy.jpg

 

Sinopse: Lara Jean escreve cartas de amor para todas as suas paixões do passado. Um dia, as cartas são enviadas e ela vive o seu maior pesadelo quando Josh, ex-namorado da sua irmã Margot, pensa que ela está apaixonada por ele. Num impulso, Lara Jean beija Peter Kavinsky, um dos rapazes que também recebeu a carta. A partir daí, estabelecem um contrato e decidem fingir um namoro. Será que os sentimentos de Lara Jean e do Peter vão tornar-se verdadeiros? Será que Lara Jean não terá mais medo do amor?

 

A minha opinião: É uma comédia romântica e eu adoro este género de filmes, são um pouco irreais, na minha opinião, mas de certa forma têm algumas lições importante por detrás de toda a história. 

Eu não costumo reparar muito nisto porque não sou nenhuma expert no assunto, no entanto, reparei nos cenários deste filme e acho que são a coisinha mais fofinha de todo o sempre. Em relação às personagens, devo dizer-vos que gostei de todas, gostei muito da Lara Jean, gostei muito da irmã mais nova, a Kitty, acho que para uma menina de 11 ano apresenta uma maturidade de pensamentos gigantesca e é também muito divertida, e por fim, destaco o meu querido Peter Kavinsky, gostei muito da relação dele com a Lara Jean, era muito natural, e ele era muito simpático, divertido e algumas das falas dele deixavam-me completamente apaixonada.

É, sem dúvida, um filme que recomendo, não só pelos momentos divertidos mas também pelas pequenas lições que passaram do grande ecrã para a vida real. Não se vão arrepender!

 

Para os curiosos, deixo aqui o trailer:

 

 

 Eu agora estou com imensa curiosidade de ler o livro e vocês?

17
Ago18

Review| Garnier Pure Active

Sofia

Impurezas da pele é uma das nossas grandes dores de cabeça. Gostamos de ter a pele sem qualquer tipo de imperfeições mas, infelizmente, quase todos temos pequenas borbulhas (os típicos pontos negros) em alguma zona do nosso nariz ou queixo. Há umas semanas decidi comprar esta máscara de rosto, Garnier Pure Active com carvão ativo, de forma a terminar com estas pequenas imperfeições. Hoje, decidi partilhar convosco qual é a minha opinião sobre este produto, portanto, vamos lá começar.

 

3.PNG

(foto de autoria própria)

 

➳ Quais as funções?

Este produto tem 3 utilidades diferentes: exfoliante (ajuda a retirar os pontos negros), máscara (retira o excesso de sebo) e limpeza (ajuda a purificar a pele). Contém ácido salicílico, o que é muito bom, visto que este promove a renovação celular, reduz as manchas e controla a oleosidade da pele.

 

➳ Para que tipo de pele é recomendado?

É essencialmente recomendado para peles oleosas com tendência acneica, mas se tiverem pele normal também podem usar porque, tal como já referi anteriormente, purifica a pele.

 

➳ Preço

Neste momento, encontra-se a 8,99€ no Continente mas presumo que noutros hipermercados consigam preços mais baratos (eu comprei no Pingo Doce e saiu-me por 5/6 euros, já não me recordo do valor exato). Compensa, tem uma boa relação qualidade/preço.

 

➳ A minha experiência

Eu utilizei este produto, sobretudo, como máscara e confesso que não é dos meus favoritos. Notei alguma diferença em relação aos pontos negros, contudo deixava-me a pele um pouco oleosa quando era suposto controlar a oleosidade. Uma das vantagens é que deixa a pele, de facto, muito macia e adorei essa sensação.  

 

Numa escala de 0 a 5, eu dou a este produto 4 estrelas. E bem, tenciono continuá-lo a usá-lo, mas vou começar a usar como exfoliante, de modo a não tornar a minha pele muito oleosa. 

E foi este o post, espero que vocês tenham gostado! Se já tiverem usado este produto, partilhem nos comentários qual foi a vossa experiência :) 

08
Ago18

Review| How I met your mother

Sofia

Uma das coisas que sempre gostei de fazer foi ver séries. Penso que a primeira série que vi (Pretty Little Liars) foi durante o meu 5º ano e só a terminei de ver no ano passado. Foi desde sempre uma das minhas favoritas e quando terminou, tal como já referi aqui no blog, demorei imenso tempo a encontrar alguma série que chegasse ao mesmo nível. Stranger Things e Skam estão agora no meu top 5 e, mais recentemente, adicionei How I met your mother. Comecei a ver esta série no inicio destas férias e terminei na segunda-feira. Hoje, vou trazer-vos a review desta série, portanto, sem mais demoras, vamos começar!

 

 

Sinopse: Estamos em 2030 e Ted decide contar aos seus filhos como conheceu a mãe deles. Percebemos que tudo começou quando Marshall pediu a Lily em casamento e Ted percebeu que estava na altura de procurar a sua cara-metade.

Em 2005, na noite em que Marshall e Lily ficam noivos, Ted conhece Robin Scherbatsky. Mais tarde, ela acaba por integrar no seu grupo de amigos e desde aí vivem todos momentos incríveis em Nova Iorque. Vemos a história de amor entre Marshall e Lily, a vida maluca de Barney e todas as tentativas falhadas do Ted em encontrar a tal

 

A minha opinião: Foi, sem dúvida, uma das melhores séries que vi. Vê-se bastante bem porque todos os episódios têm cerca de 20 minutos e também são leves, com diversos momentos de comédia. 

Relativamente às personagens, adorei todas. O Barney Stinson é uma das minhas favoritas, fez-me rir imenso e o ator, Neil Patrick Harris, fez realmente um trabalho excelente. Mas a minha personagem favorita é mesmo a Lily, identifiquei-me muito com ela a nível de personalidade.  

Gostei mesmo muito da história em si, no entanto, o final não foi o esperado. É uma série muito boa, mas não teve o desfecho ideal. De certa forma, entendo que os produtores tenham tentado passar a ideia de que tudo na nossa vida não seja perfeito, de que nem tudo tem um final feliz e que, muitas vezes, a nossa vida dá imensas voltas. Contudo, não gostei do final de algumas personagens como, por exemplo, a Robin. 

Bem, e agora para terminar, é uma série que recomendo. Diverti-me imenso a ver esta série e uma coisa que gostei imenso e tenho, obviamente, de referir é o facto de por detrás de toda a comédia ser possível retirar algumas lições bastante importantes. 

 

Para quem ficou interessado, deixo aqui o trailer:

E foi este o post! Espero que tenha sido Legen...wait for it...DARY! 

06
Jul18

Review| À primeira vista

Sofia

Tal como já referi aqui no blog, nestas primeiras semanas de férias aproveitei para pôr algumas leituras em dia e decidi fazer a review dos livros que mais gostei de ler. E como podem ver no título do post, o livro que vou falar hoje tem como título "À primeira vista" e é de um dos meus escritores favoritos, o Nicholas Sparks.

 

DSC00058.jpg

(foto da minha autoria)

 

Sinopse: Jeremy vive em Nova Iorque, mas não por muito mais tempo. Na verdade, está quase a mudar-se para a pequena cidade de Boone Creek, está também a poucas semanas de se casar com Lexie, uma rapariga que conhecera há pouco tempo e está à espera da sua primeira filha. 

O seu melhor amigo tenta alertá-lo a possibilidade de Lexie não ser a rapariga ideal para ele e que ele está a apressar demasiado as coisas, visto que decidiu casar com ela poucas semanas depois de a conhecer. Jeremy decidi não ouvir o seu melhor amigo e parte para Boone Creek com Lexie onde compram uma casa, começam a organizar o casamento e a chegada da bébé. Além de todo este stress, ainda existe outra coisa que preocupa Jeremy, o facto de não conseguir escrever desde que chegara a Boone Creek. 

Com tanta confusão, o casal depara-se com alguns problemas, Jeremy tem recebido alguns e-mails misteriosos que o fazem duvidar de Lexie, vemos aqui algumas discussões e, finalmente, quando tudo parece estar bem, os dois descobrem que a filha deles corre o risco de nascer com problemas devido à síndrome da banda amniótica.

Nas últimas semanas de gravidez, quando se deparam com a possibilidade de haver problemas durante o parto ou até mesmo complicações durante o crescimento da criança, Lexie e Jeremy percebem que estavam prontos para aceitar a menina e que estavam prontos a amá-la.

 

A minha opinião: Eu gosto muito do Nicholas Sparks e adoro romances, mas confesso que este livro não foi dos meus favoritos. Começo por dizer que não gostei muito da Lexie, durante o livro todo deu-me a impressão de que ela tomava muitas decisões pelo Jeremy, por exemplo, uma vez eles estavam num restaurante, ele ia pedir algo que gostava e ela começou a dizer que tinha muitas calorias e que ele devia escolher outra coisa. Lembro-me também que na altura de escolherem a casa, ele é que ia pagar tudo e não teve quase voto na matéria. Senti que ela implicava por tudo e por nada e não gostei muito desta personagem.

Bem, o final do livro é triste. A bébé, felizmente, nasce saudável, mas dão-se outras complicações (não vou dar o grande spoiler) e é aí que percebemos que o Jeremy e a Lexie até podiam não se conhecer há muito tempo, no entanto, o seu amor era verdadeiro.

Como já referi anteriormente, este não foi dos meus livros favoritos, mas apesar de tudo eu aconselho na mesma a sua leitura, acho que nos dá uma perceção ligeiramente diferente das coisas e captura coisas muito importantes, tal como, a tensão, a incerteza e o companheirismo. 

 

E pronto, chegamos ao fim deste post, espero que vocês tenham gostado. E se alguém desse lado já leu este livro, partilhem comigo a vossa opinião ♡

04
Jul18

Review| Midnight Sun

Sofia

Como já referi aqui no blog, ultimamente tenho aproveitado para pôr todas as séries em dia e ver novos filmes. Há umas semanas atrás, vi (tal como podem verificar no título do post) o Midnight Sun. É um filme de drama/romance e fez com que eu chorasse imenso, portanto eu tinha mesmo de fazer a review e partilhar a minha opinião com vocês.

 

00_m-midnightsun.jpg

 

Sobre o filme: Katie é uma jovem de 17 anos que viveu a sua infância praticamente fechada em casa devido a uma rara doença que à mínima exposição solar a pode levar à morte. 

Um dia, à noite, enquanto que ela tocava junto à estação , ela conheceu o Charlie e aí a vida dela mudou. Juntos viveram aventuras incríveis, a Katie cantou finalmente uma das suas canções em público graças ao Charlie, foi a festas, enfim...divertiu-se imenso. No entanto, ela nunca contou ao Charlie sobre a sua doença. Será que isso lhe vai trazer consequências?

 

A minha opinião: Bem, este filme foi forte. No inicio é muito giro ver a história de amor entre o Charlie e a Katie, sobretudo porque ela estava a ter experiências totalmente novas, como ir a festas, ter um namorado, entre outras. Gostei também da amizade dela com a Morgan, que sempre a apoiou e ajudou imenso na relação com o Charlie. 

Infelizmente, o final foi triste. Eu gostava que o desfecho fosse outro, mas apesar de muitas lágrimas, acho que o filme é muito bom e é mesmo uma demonstração do amor verdadeiro. 

Aproveito também para referir a excelente interpretação da Bella Thorne e do Patrick Schwarzenegger, acho que os dois encaixavam mesmo bem nos respetivos papéis.

Por fim, recomendo mesmo este filme, pode fazer com que a vossa casa fique inundada, mas tem uma história mesmo bonita e verdadeira. Eu adorei, mas tão cedo não o vejo outra vez (#chorona4ever).

 

Para quem ficou interessado, vou deixar aqui o trailer:

 

Espero que tenham gostado <3

PESQUISAR

A BLOGGER

SEND ME SOME LOVE

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

AESTHETIC

ARQUIVO

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D